Nunca fui boa com palavras.

Eu prefiro o silêncio, a infinidade de letras que cabem em um simples olhar, o significado enorme que um gesto sincero pode nos trazer. Prefiro o aconchego de um abraço, o calor da pele que faz com que eu me sinta única, o cheiro das rosas de um jardim florido em uma manhã de sol. Prefiro eu e você no sofá da sala acompanhados de uma porção de pipoca e chá gelado, o seu hálito fresco como brisa, e a cor dos teus olhos cor de mel à centímetros dos meus. Poderia facilmente ter meus lábios costurados e usar toda essa preferência pela inutilização das palavras à meu favor, mas mesmo com toda a falta de jeito em dizer o que por vezes fica entalado na garganta, me sinto na obrigação de fazer com que saiba, ou tenha a certeza, do que meus olhos dizem. Espero que não se incomode com o pedaço de papel rasgado, riscado inúmeras vezes e entenda o que tento dizer nessas linhas já tortas pela minha falta de habilidade, aliás, isso também são palavras, só não serão ditas pela minha voz um tanto quanto ácida e aguda em demasia. Deve saber apenas que tudo com você fica melhor. Aquele pão de queijo, que agora já não vivo sem, não tem o mesmo gosto sem suas mão doentias querendo a todo custo tirá-los do meu alcance. Sua voz me acalma com toda essa doçura e rispidez afável, e me fazem sentir ainda menor por nem ao menos retribuir usando frases clichês que tirei de algum romance ou comerciais de margarina. Quero lhe dizer que, até aquele calor de 40 graus sobre nossas cabeças naquele parque estava bom, e sabe porque? Por que você estava comigo. Nada melhor do que sentir o aconchego dos teus braços e aquela sua respiração ofegante logo após de soltar aquela gargalhada por estar rindo de minhas caretas. Prefiro mil vezes deitar sobre teu peito e sentir aquele “Tum Tum Tum” de seu coração e logo após olhar em teus olhos e lhe dizer o quanto sou feliz por existir. Mas você me conhece, sabe como eu sou, faço tudo errado, talvez. Nunca fui boa com as palavras, mas garanto que se olhar em meus olhos conseguirá desvendar os meus mais profundos segredos, e até mais, os meus mais puros sentimentos por você. Vira e mexe fico admirando e comprovando o quão lindo és o teu sorriso, e o quão perfeito é o som da sua voz. Fico encantada pela forma como me olha e como consegue arrancar um simples sorriso de meus pequenos lábios. Essa sua boca vermelha feito maça e teus olhos pretos feio jabuticaba me ganham facilmente. Não mais chato do que ter que ouvir isso, é ter que ouvir aquelas frases como “você fica toda linda falando esse clichê todo”. Você tem a certeza de que isso me irrita e mesmo assim a repete com toda a firmeza e veracidade. Gosta de ver minha cara de brava apenas para me ver sendo amolecida pelo seu charme barato. Lembro-me da primeira vez em que suas mãos se entrelaçaram nas minhas, e confesso que nada melhor do que a sensação que eu tive naquele exato momento. Nada melhor do que o toque de seus dedos deslizando pela minha pele branca e aquele sorriso de canto de boca que dava ao me ver arrepiada. Lembro-me do nosso primeiro beijo, do primeiro toque de seus lábios ao meu, melhor que isso, só duas vezes isso. Nada melhor do que seu jeito malicioso de ser. 4ever.

About these ads

6 thoughts on “Nunca fui boa com palavras.

  1. Sabe o que me faz gostar mais do silêncio? ele me parece inalcançável. sabe aquela paixão platônica por alguém? então, é minha relação com silêncio. Acho lindas essas imagens silenciosas, simplesmente porque não as consigo! tenho sempre que falar.

    gostei de seus textos.

  2. Reblogged this on Suburban Warse comentado:
    Lindo, maduro, sincero. Emocionada, eu não sei lidar com o silêncio, mas amo a beleza das palavras explícitas com apenas um olhar. Gosto de ter pessoas silenciosas ao meu redor, fazem me aprender a lidar com meu caos, expressos verbalmente ou por meio de palavras.

    Blog que eu acompanho sempre, altamente recomendado, texto sem mimimi, reto e direto. Adoro a sinceridade e a intensidade das palavras escritas nele. Parabéns Ana Alice!

  3. Adoro também as palavras expressas em um olhar. O homem que eu amo é silencioso, mas os olhos dele expressam tudo o que ele quer dizer. Adoro a beleza dos olhos nus!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s